Arquivo de agosto de 2011

Atenção, “opositores”!!! Começa hoje as inaugurações, a presença de Vossas Excelências será bem vinda… Conferir “in loco” faz bem!!!

Postado por Caio Hostilio em 29/ago/2011 - 2 Comentários

A governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, inauguram a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Vitória (São José de Ribamar), nesta segunda-feira (29), às 16h. A unidade fica localizada na avenida José Santana S/N, Parque Vitória.

Construída com recursos dos governos federal e estadual, a UPA integra rede pré-hospitalar fixa e funcionará em regime de plantão 24 horas, com atendimento em pediatria e clínica geral. Serão oferecidos também exames laboratoriais e eletrocardiograma.

As UPAS são estruturas de complexidade intermediária entre as unidades básicas de saúde e as portas de urgência hospitalares, com acolhimento e classificação de risco, em conformidade com a Política Nacional de Atenção às Urgências.

Mais entregas

Além da unidade de São José de Ribamar, a governadora entrega também as UPAs do Vinhais (1º de setembro), da Cidade Operária (2 de setembro) e de Coroatá (14 de setembro).

As unidades de Ribamar e Coroatá têm as mesmas características da unidade do Itaqui-Bacanga, que em pouco mais de um ano de atividade já atendeu cerca de 100 mil usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Já as do Vinhais e da Cidade Operária, construídas com recursos exclusivos do Tesouro Estadual, contam com estrutura diferenciada das UPAs federais, mas têm a mesma finalidade e oferecem os mesmos serviços. Elas funcionarão em prédios anexos ao Centro de Saúde do Vinhais e do PAM Cidade Operária.

Na UPA da Cidade Operária, a população disporá também de atendimento em ortopedia e odontológico 24 horas. “É mais um serviço, um diferencial para garantir aos pacientes a melhor e mais completa assistência”, assinalou o secretário Ricardo Murad.

Até o dia 15 de setembro, a governadora entregará, além das quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), três hospitais de 20 leitos, um Centro de Medicina Especializada e as novas instalações da Farmácia de Medicamentos Especializados (Feme) – todas obras do Programa Saúde é Vida.

Está prevista ainda a inauguração do centro cirúrgico do Hospital Infantil Juvêncio Matos, a implantação de cirurgias de alta complexidade no Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral) e a reativação do 3° e do 5° andares do Hospital Carlos Macieira, garantindo ainda mais qualidade e resolutividade à assistência prestada à população maranhense. 

CRONOGRAMA DE INAUGURAÇÕES

29/08 UPA do Parque Vitória        

30/08 – Hospital de Paulino Neves

01/09 – Centro Cirúrgico do Hospital Infantil Juvêncio Mattos

01/09 Serviço de Cirurgia de Alta Complexidade do Hospital Tarquínio Lopes Filho (Hospital Geral)   

01/09 – UPA do Vinhais         

02/09 – UPA Cidade Operária  

02/09 Etapa do novo hospital de Alta Complexidade Carlos Macieira (13 novos leitos de UTI 25 e novos leitos de UCI 44 leitos) Entra em operação

06/09 Hospital de Magalhães de Almeida

12/09 Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (Feme)

13/09 Centro de Diabetes e Hipertensão 

14/09 Unidade de Pronto Atendimento – UPA de Coroatá 

15/09 Hospital de Morros

O povo brasileiro já sabe votar democraticamente?

Postado por Caio Hostilio em 29/ago/2011 - 8 Comentários

Ano que vem 2012, milhões de brasileiros irão depositar na urna, além do seu voto, esperança de serão escolhidos aqueles que realmente lutarão pelo bem-estar da coletividade, isso independente de cor partidária. O povo não quer saber mais de ideologias utópicas, mas sim de uma pessoa que trabalhe e seja cumpridora de suas promessas. Acabou esse negócio de direita, centro, esquerda e os escambau… Agora é a pragmática, não dá mais para esperar revoluções que não aconteceram e nunca acontecerá, essa é a verdade.

O regime que vigora no Brasil é o democrático, porém com o voto obrigatório. Atualmente a quantidade de informação e a rapidez com que ela chega às pessoas possibilitam que os eleitores conheçam melhor seus candidatos e escolham de acordo com suas convicções. Contudo, vale ressaltar que com essa obrigatoriedade em votar, facilita a ilicitudes, pois no Brasil – país do jeitinho – políticos usam dos eleitores desenformados para comprar votos, isso através daqueles que se dizem lideranças de bairros. O certo é que a maioria da população brasileira não está preparada e nem tampouco tem maturidade para votar.

Em um longo processo de amadurecimento político, o pleito de 1989 foi a primeira eleição presidencial direta desde 1960, onde o eleito foi Fernando Collor de Melo. A democracia é um regime de governo na qual o poder de tomar importantes decisões políticas está com o povo. É um regime que se opõe às formas de ditadura e totalitarismo, onde o poder reside em uma elite auto-eleita.

No passado muitos grupos foram excluídos do direito de voto, em vários níveis. No Brasil, o voto é obrigatório para cidadãos entre 18 e 65 anos, e opcional para cidadãos de 16, 17 ou acima de 65 anos. É preciso mudar isso, pois assim veríamos muitos políticos numa situação muito ruim, pois assim como os eleitores, não tem preparo algum para se eleger com o poder de persuasão e não o financeiro…

Em um exercício democrático recente, se comparado a outros países, o eleitorado brasileiro tem crescido sistematicamente e o comparecimento eleitoral também. Porém, as péssimas gestões, os descasos com a coisa pública, a hipocrisia politiqueiras, o jogo sujo pelo poder e não pelas ações em prol da coletividade, começa a despertar no eleitor brasileiro saber dividir o joio do trigo, ou seja, saber quem realmente é demagogo, aquele que passa o óleo de peroba na cara para pintar de ético e moralista, quando não passa de um canalha. As coisas começam a mudar!!!

Portanto, que os politiqueiros comecem a mudar suas estratégias, haja vista que o eleitor vem amadurecendo a cada dia e já conhece a forma de governar dos mais diversos partidos políticos no Brasil… O povo não cai tão fácil em histórias mirabolantes e preciso ganhar no poder de persuasão… Quem tem o que mostrar levará uma grande vantagem, mas aqueles que prometeram e não cumpriram estão na mira do eleitor…

Afinal, o que existe de errado em José Dirceu receber políticos em hotel?

Postado por Caio Hostilio em 29/ago/2011 - 2 Comentários

A Veja que vá para a p.q.p. !!! Porra… Esta revista quer se transformar no maldito SNI, dos tempos do Regime Militar? Que vivia no encalço das pessoas 24 horas e depois as torturava isso fisicamente e psicologicamente!!! Esta merda de revista quer voltar a essa época com torturas psicológicas? Desculpem os palavrões, mas não podia deixar de expressar minha revolta com um ato desses… Que não venham dizer que isso é jornalismo investigativo, caso apresentem essa desculpa, merecem mais xingamentos, principalmente por parte daqueles que sofreram com a perseguição do SNI. Se bem que a Veja sempre babou muito o regime militar.

Não quero aqui defender o José Dirceu, pois sei de suas artimanhas políticas e lobistas, mas não posso aceitar espionagem, isso apenas por meio de imagens e não de som, tirando dessas imagens a produção de factóides, através de suposições. Isso é crime numa democracia e espero que a Justiça enquadre a Veja, que já passou dos limites com o direito de expressão.

Não concebo as pessoas embarcarem no jornalismo de esgoto da revista Veja, que virou caso de polícia. Não posso crer que jornalistas, no sentido restrito da profissão, reproduzam, sem nenhum comentário crítico, o texto da Veja e as imagens de políticos em visita ao ex-ministro José Dirceu, no Hotel Naoum, em Brasília.

É óbvio que, como dirigente do PT, o ex-ministro José Dirceu recebe políticos do Brasil inteiro. A câmara escondida (ilegalmente) da revista Veja documentou visitas de José Sérgio Gabrielli, velho amigo de Zé Dirceu, Walter Pinheiro, o senador Delcídio Amaral, o deputado federal Lindbergh Farias, Eduardo Braga, do PMDB, e até Eduardo Gomes, senador do PSDB.

O que tem de errado nisso? Onde está o crime? Cadê as gravações de alguma armação? Imagens num hotel de grande circulação em Brasília!!! Localizado num local cujos transeuntes conhecem todos os políticos que vivem em Brasília!!! Então, José Dirceu ficou burro de uma hora para outra, pois não consegue mais nem escolher um lugar mais reservado para tratar de falcatruas. Ora bolas!!! Caso quisesse ter esse tipo de papo, sem que pudesse ser filmado por ninguém – para quem conhece bem Brasília – ele escolheria as mais diversas chácaras e mansões, principalmente na área do Park Way… Quem não se lembra da Casa em que morava Golbery!!!

Por isso, concordo em número, gênero e grau, com o jornalista Leonardo Attuch:

Inversão de valores

“Nessa tentativa de ganhar no grito, Reinaldo Azevedo tem argumentado que Veja estourou um aparelho clandestino, montado em plena democracia, para conspirar contra a democracia. Ele, que prega agora a demissão do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, por ter se encontrado com José Dirceu, seu companheiro de partido, alega ainda que a reportagem de Veja deste fim de semana foi uma das mais importantes da era democrática. Isso porque teria havido a invasão do bunker do poderoso chefão – José Dirceu, nosso Kadafi – pela democracia.

Um quarto de hotel não é um aparelho.

Veja não tem poderes de polícia.

Veja não é a democracia.

É parte da democracia, quando age dentro da lei.

Conspira contra a democracia, quando infringe a lei.

Do contrário, seria lícito que pautássemos um de nossos repórteres para invadir a residência da família Azevedo para descobrir eventuais indícios de ligações com a Secretaria de Comunicação do governo de São Paulo – que sabemos inexistentes. “Ou também que invadíssemos a residência da família Sabino para buscar registros de viagem recentes na Costa Amalfitana, durante o casamento de um próspero advogado criminalista”.

Reconhecimento pelo excelente trabalho em Ribamar

Postado por Caio Hostilio em 29/ago/2011 - 98 Comentários

O prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PMDB), recebeu, neste último sábado (27), o Prêmio Juscelino Kubitschek, honraria concedida aos 100 prefeitos Destaque do Brasil.

A entrega da premiação aconteceu na cidade de Florianópolis durante o 8º Encontro Nacional de Prefeitos e reuniu gestores públicos de diversos Estados. Gil Cutrim, que também é vice-presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), foi o único prefeito maranhense contemplado com o Prêmio JK. 

“Receber o Prêmio JK é uma honra e um forte indicador de que nossa administração está no caminho certo desenvolvendo políticas públicas eficazes e sempre zelando pela transparência de todos os atos administrativos. Na verdade, o grande premiado com esta honraria não sou eu e sim o povo de São José de Ribamar, que diariamente nos ajuda a fazer um município cada vez melhor”, afirmou Gil Cutrim, que recebeu a premiação da Miss Santa Catarina, Michelly Bohnen, diante da seleta platéia formada por apenas 99 gestores públicos de um universo de mais de cinco mil prefeitos brasileiros.

O Prêmio Juscelino Kubitschek existe a mais de 20 anos. A escolha dos 100 melhores prefeitos do país é feita através de pesquisas realizadas em portais de órgãos da administração pública (Governo Federal, Governo do Estado e Prefeituras), além de sites de entidades de controle social, onde os principais critérios de avaliação são: correta aplicação do dinheiro público, transparência dos atos governamentais, evolução do desenvolvimento sócio econômico de cada município, medido por seus diversos índices, além de projetos realizados nas áreas da saúde, educação, infraestrutura, que refletem no bem estar social.

Nos quesitos correta aplicação do dinheiro público e transparência dos atos governamentais, além do Portal da Transparência, hospedado na página eletrônica da Prefeitura (www.saojosederibamar.ma.gov.br), a administração Gil Cutrim continua promovendo, no período de quatro em quatro meses, audiências públicas na Câmara Municipal de São José de Ribamar, nas quais são apresentados à classe política e, principalmente, ao povo, os balanços financeiros e contábeis da Prefeitura.

Na área da educação, Gil Cutrim recebeu o Prêmio Construindo a Nação, honraria concedida pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) em reconhecimento aos excelentes índices educacionais obtidos pelas Escolas Municipais Liceu Ribamarense I e II, as primeiras unidades públicas de ensino em tempo integral de São José de Ribamar e do Maranhão.

O município de São José de Ribamar foi apontado pela Revista Veja, na reportagem “As 20 metrópoles brasileiras do futuro”, como destaque nacional em produção de alimentos e aquisição de produtos da Agricultura Familiar com reflexo direto no aumento da qualidade da alimentação escolar.

“O reconhecimento nacional de nosso governo, obtido em áreas diversas da administração pública, só aumenta o nosso compromisso de continuar trabalhando pelo desenvolvimento de São José de Ribamar, tornando-a cada vez melhor”, finalizou Gil Cutrim.

Perguntar não ofende:

Postado por Caio Hostilio em 28/ago/2011 - 16 Comentários

Você, eleitor ludovicense, acredita que o prefeito João Castelo precisaria de mais quantos anos para cumprir as promessas de campanha? Já se passaram quase três anos de governo e ainda não vi nenhuma delas ser realizada. Em minha opinião, somente para construir o hospital de alta complexidade, Castelo precisaria no mínimo de mais 10 anos de governo e para a volta do Bom Preço… Acredito que mais 5 anos. As outras promessas… Acho que o governo já estaria nas mãos de Gardeninha…

O certo é que para ganhar votos, todo político sempre faz mil promessas na campanha. Mas aí a eleição acaba, e a realidade vem provar que aquelas promessas não passavam disso mesmo, promessas que dificilmente são cumpridas.

Falta um ano e alguns meses para terminar o mandato do prefeito João Castelo, e já está claro que ele não vai conseguir entregar coisas importantes que havia prometido, a não ser a senha que todos sempre usaram… Asfaltar as principais avenidas e ruas, pintar meios-fios e plantar mudinhas de plantas que morrem rapidamente, isso sempre no último ano de governo e sempre nos horários de pico, pois assim os ludovicenses olham que a Prefeitura está trabalhando… Sempre deu certo!!! Será que ainda via dar certo?

As famílias carentes esperam até hoje pelo tal “Bom Preço”, mesmo que fosse aquele feijão que nunca amolece, a farinha com bicho e o leite porronca… Quanta esperança!!! Mas não veio nem o feijão que passa o dia no fogo e não amolece… Poxa, prefeito Castelo, essa promessa foi tão aguardada!!!

Não é a única promessa descumprida do prefeito. São várias, mas a construção do hospital de alta complexidade a expansão dos corredores de ônibus são outros temas importantes em que a realidade ficou muito longe do prometido na campanha.

Na verdade, o prefeito Castelo passou esses últimos dois anos e meio fazendo articulações políticas prematuras, visando sua reeleição, como sua estratégia não conseguiu maturar, Castelo pensou, pensou, pensou… E agora vem se dedicado às futricas da política, na briga pelo aumento do IPTU, em não deixar fazer nada em prol da coletividade e pensando no seu futuro partidário. Em vez disso, devia mergulhar nos problemas da cidade e tentar chegar mais perto de cumprir uminha das promessas, mesmo que fosse a entrega da farinha com bicho!!!

Após chamar Collor de cheirador de cocaína, Ciro terá que indenizá-lo com R$ 100 mil

Postado por Caio Hostilio em 28/ago/2011 - 10 Comentários

O ex-deputado federal Ciro Gomes (PSB) foi condenado a pagar R$ 100 mil ao senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL), conforme decisão da Justiça de São Paulo. Há 12 anos, durante uma entrevista, Ciro se referiu ao adversário como “safado” e “cheirador de cocaína”, quando avaliava o debate entre Collor e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ocorrido em 1989, durante a campanha pelo Palácio do Planalto. A defesa do ex-parlamentar alegou que ele fez a declaração no calor do debate e sem intenção de ofensas pessoais. Ainda cabe recurso no Tribunal de Justiça de São Paulo.

A entrevista de Ciro foi concedida 10 anos depois da primeira eleição direta ocorrida no país. Collor e Lula disputavam o segundo turno, e, durante um debate, o agora senador acusou o petista de pressionar uma ex-namorada a abortar. Além disso, fez outras citações relacionadas ao antecessor da presidente Dilma Rousseff. Ao analisar a disputa, em 1999, Ciro alegou que Lula deveria dizer que seu adversário na ocasião era um “cheirador de cocaína” e “playboy safado”. A alegação foi a mesma dada pela defesa na 5ª Vara Cível de São Paulo, mas rejeitada pelo juiz Marcos Roberto de Souza Bernicchi, que julgou a ação no início deste mês.

“Na conduta do réu, verifica-se ação culposa — quando não se tem a intenção de cometer — que gerou o dano ao autor”, afirmou o magistrado, alegando que a tese da defesa era sedutora, mas que não pode ser acolhida. “Ainda que a intenção do réu tenha sido meramente explicativa de como entende que deveria ter sido a defesa do candidato Luiz Inácio Lula da Silva quando atacado pelo autor, o fato é que sua explicação traz conteúdo absolutamente individual em sua declaração. A ideia de chamar o autor de cheirador de cocaína e safado partiu do réu, ainda que tenha ele externado apenas o que seria seu pensamento em eventual defesa, caso estivesse no lugar de Luiz Inácio Lula da Silva”, explica Bernicchi, em sua sentença. “Mas não estava e, como ausente que era, caberia ter reservado sua opinião”, completou.

Conforme o juiz, Collor teve a honra exposta por causa da declaração. “Não existe qualquer dúvida de que tais expressões tenham sido proferidas com intenção clara de ofender o autor, mesmo porque escapam plenamente a qualquer campo do debate político e ingressam em seara pessoal que jamais deve ser exposta”, sentencia Bernicchi, estabelecendo indenização de R$ 100 mil ao ex-presidente, além de Ciro ser obrigado a pagar as custas processuais com correção monetária.

Medida fantástica… Câmara aprova repasses da União para educação infantil, mas vale perguntar: os municípios brasileiros têm professores especializados em educação infantil?

Postado por Caio Hostilio em 28/ago/2011 - 3 Comentários

A Câmara aprovou a medida provisória 533/11, que autoriza a União a repassar recursos aos municípios e ao Distrito Federal para a manutenção de estabelecimentos públicos de educação infantil. O objetivo da medida é garantir o funcionamento de escolas novas, que ainda não foram computadas no Censo Escolar.

Os custos estimados para os municípios ultrapassam R$ 176,7 milhões anuais. De acordo com o MEC, o governo federal está finalizando a construção de 2.348 escolas infantis e já firmou convênios para mais 719 unidades. Para este ano, a estimativa é que 475 desses estabelecimentos já comecem a funcionar, atendendo a 38 mil alunos em creches, e 57 mil em pré-escolas.

Até 2014, a meta do Executivo é chegar a 6 mil escolas infantis novas, que vão absorver recursos da ordem de R$ 2,2 bilhões por ano. O Plano Nacional de Educação (PL 8.035/10) prevê como meta para 2016 o atendimento de todas as crianças entre 4 e 5 anosem pré-escolas. Em2020, o objetivo é atender a 50% das crianças entre 0 e 3 anos em creches.

Atualmente, como mostra a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) de 2009, apenas 18,2% das crianças de 0 a 3 anos e 74,8% na faixa etária de 4 e 5 anos estão matriculadas.

O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) financia apenas matrículas cadastradas no censo. O Fundeb é o principal instrumento da União para financiamento da educação. O repasse do Fundeb por criança em creche em 2010 foi de R$ 2.066,46, e por aluno de pré-escola, de R$ 1.722,05.

Ao justificar a edição da medida provisória, o Ministério da Educação argumentava que já havia estabelecimentos prontos em todo o país aguardando recursos para entrar em funcionamento.

A MP determina ainda que os recursos repassados a municípios e ao Distrito Federal terão dotação específica no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Os beneficiários não poderão computar os valores recebidos no cálculo das dotações constitucionais para a educação, que no caso dos municípios é de, no mínimo, 25% da receita com impostos.

Pelo texto da medida provisória, os recursos serão repassados no período compreendido entre o início das atividades escolares e o cadastro. O auxílio financeiro não poderá ultrapassar 18 meses, lapso máximo de tempo entre o início das aulas e o cadastramento, segundo o Ministério da Educação (MEC). Devido a esse lapso temporal, os municípios hoje têm de custear sozinhos as novas escolas, afirma o MEC.

Medida pra lá de fantástica, visto que a alfabetização faz parte do ensino infantil. Contudo, vale perguntar: Nos municípios brasileiros existem professores especializados em educação infantil? Talvez aí esteja o grande problema!!!

CNMP anula decisão do Conselho Superior do Ministério Público!!! O MPE está sob um regime democrático de fiscalização ou num regime político/partidário? Eis a questão!!!

Postado por Caio Hostilio em 28/ago/2011 - 14 Comentários

Em decisão monocrática, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), por meio da Conselheira relatora Maria Ester Henriques Tavares, decidiu na última sexta-feira (26), anular liminarmente os efeitos do ato administrativo do Ministério Público do Maranhão, que durante seção do Conselho Superior da Instituição (CSMP/MA), realizada no último dia 19 de agosto, não respeitou todos os requisitos necessários para instalar e deliberar ações referentes à promoção de membros do Parquet.

O requerimento foi encaminhado ao CNMP pelo promotor Marco Antonio Santos Amorim, titular da Promotoria de Justiça de Pindaré-Mirim. Na petição, o promotor apontou ao Conselho Nacional, que o CSMP/MA não respeitou os termos do artigo 13 de seu próprio regimento, que dispõe sobre a necessidade de, no mínimo, cinco conselheiros para decisões acerca de promoções, já que no dia 19 agosto, havia somente quatro conselheiros presentes, não atingindo os 2/3 previstos, inviabilizando até a realização da referida seção.

Em seu despacho, a Conselheira Maria Ester Henrique Tavares relatou que “a medida pleiteada evitará a anulação de futuros procedimentos dessa natureza caso o Colegiado do CNMP venha a decidir pela revisão dos critérios adotados pelo CSMP/MA”.

Nulidade da decisão

A petição do promotor Marco Antonio já alertava o CNMP para a realização de uma nova seção do Conselho Superior do MP. Também na última sexta-feira (26), os Conselheiros estaduais se reuniram, com a finalidade de aprovar a ata da seção do dia 19 de agosto, bem como, a deliberação de novas promoções.

No entanto, logo no início da seção, a procuradora de Justiça, Themis Maria Pacheco de Carvalho provocou a discussão sobre a desobediência do CSMP/MA, ao promover um membro do Parquet sem respeitar o mínimo de 2/3 de Conselheiros previstos para tal ato administrativo. A procuradora Themis destacou ainda o descumprimento à regra de exame preferencial do promotor Marco Antonio, na qualidade de remanescente de lista anterior, consoante prevê a Lei Orgânica local, evitando possível prejuízo ao próprio promotor e demais candidatos.

Terminado o impasse, a seção do CSMP/MA foi suspensa, ao tempo em que o Conselho Nacional também suspendeu a posse já homologada, além de abster o Conselho Superior de proceder toda e qualquer promoção para Promotorias de entrância Intermediária, até a decisão final sobre o fato.

Por fim, a Conselheira Maria Ester Henrique Tavares determinou a notificação da procuradora-geral de Justiça, Fátima Travassos, que preside o CSMP/MA, para que no prazo de quinze dias, preste as informações  cabíveis, além de enviar ao CNMP a cópia da ata da sessão que julgou a promoção por merecimento, regulada pelo Edital nº16/2011. A relatora determinou também, a notificação por carta registrada dos demais membros do Parquet participantes no processo.

Atenção, candidatos para as eleições de 2012!!! Aprenda a ganhar as eleições por apenas R$ 10,00…

Postado por Caio Hostilio em 28/ago/2011 - 2 Comentários

Por uma taxa de R$ 10, o ex-deputado Indio da Costa promete formar candidatos qualificados para disputar vagas nas Câmaras Municipais brasileiras em 2012. O futuro presidente do PSD no Rio mandou espalhar 65 outdoors pela capital fluminense para anunciar o curso Seja Vereador. Em três horas de aula, ele espera passar noções de atividade legislativa, administração pública municipal e mostrar aos alunos ‘como ganhar uma eleição’.

‘Nosso objetivo é elevar o nível da política brasileira. A ideia é atrair pessoas novas, que nunca militaram politicamente e têm capacidade de gerar voto’, explica Indio, que foi vereador, deputado federal e candidato a vice na chapa do tucano José Serra na campanha presidencial do ano passado.

O site do curso (sejavereador.org.br) convoca líderes comunitários, estudantis e de movimentos sociais, e promete ensinar ‘o passo a passo para a vitória’. A página informa que a taxa de R$ 10 é simbólica e coffee breaks serão oferecidos nos intervalos das apresentações. ‘O valor é simbólico, uma taxa para evitar que apareçam pessoas que não têm nenhum interesse político’, explica Indio.

Os seminários serão usados para arregimentar candidatos para o PSD, em processo de formação. Um instituto coordenado por Indio será o organizador do curso, mas o novo partido passará a conduzir os seminários depois que for criado oficialmente. Um projeto piloto começa em setembro, no Rio, e vai até 4 de outubro – três dias antes da data-limite de filiação de candidatos para as eleições de 2012. O ex-deputado garante que os alunos serão livres para decidir se querem se filiar ao PSD e afirma que o curso será aberto a políticos de outras legendas.

‘Se vierem quatro ou cinco pessoas novas (para o partido), é um avanço’, avalia Indio da Costa. ‘Não queremos buscar quem já está na política e tem um eleitorado que não passa de 5 mil votos. Buscamos uma oxigenação.’

No Rio, os outdoors do curso serão expostos principalmente nas zonas norte e oeste, onde estão concentrados bairros populares e a maior parte da população da cidade. Relator do projeto da Lei da Ficha Limpa, Indio cobra dos futuros alunos um passado sem condenações na Justiça. ‘Amar o Rio, querer conhecer política e ser ficha limpa são os únicos pré-requisitos que você precisa preencher’, escreveu o ex-deputado no site do curso. As aulas serão levadas a outros Estados após a criação do PSD. Indio diz que conversou com o vice-governador Guilherme Afif Domingos para levar os seminários a São Paulo. O objetivo é preparar para a campanha os que já estiverem filiados ao partido. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos