Informativo

Publicado em   29/dez/2011
por  Caio Hostilio

Ministério da Saúde oficializa repasse de R$ 5 milhões para Imperatriz‏

A saúde de Imperatriz ganhou um reforço financeiro de R$ 5 milhões do governo federal. O repasse, confirmado por meio de Portaria assinada pelo ministro Alexandre Padilha no último dia 21 de dezembro, foi resultado de articulação feita pelo presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney, após visita do prefeito Sebastião Madeira ao seu gabinete, em Brasília, intermediada pelo deputado federal Francisco Escórcio.

O recurso financeiro será disponibilizado ainda este ano, com transferência do Fundo Nacional de Saúde para o Fundo Estadual, em parcela única. O montante será aplicado no custeio dos procedimentos de média e alta complexidade no município.

Segundo informações da Prefeitura de Imperatriz, Madeira já participou de vários encontros com o ministro Alexandre Padilha, mas seu pleito só foi atendido após intervenção decisiva do senador José Sarney. O repasse de R$ 5 milhões a Imperatriz também recebeu o aval da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), durante a reunião realizada no dia 14 de dezembro deste ano.

Conforme relato do prefeito, na página oficial do Município na internet, ele justificou o pedido de aporte financeiro ao Ministério da Saúde informando que “há cinco anos Imperatriz recebia R$ 4,5 milhões para o financiamento da saúde de média e alta complexidade, mas atualmente o repasse é de apenas R$ 4, 2 milhões, mesmo depois do reajuste de mais de cinco vezes o salário mínimo e o aumento populacional, bem como a desestruturação do sistema de saúde dos municípios da região. Todos vêem para Imperatriz e a cidade não suporta essa grande demanda, inclusive oriundas dos estados do Tocantins e do Pará”, explicou ele.

 Com a palavra o Diretor do IFMA, José Costa

Após recebe este email abaixo, deixo o espaço aqui reservado para o ilustre professor José Costa fazer suas ponderações e esclarecimentos.

Maria Ruth

mariaruth16.maranhao@hotmail.com

DENÚNCIA IFMA‏

Caro Hostilio,

Parece que coisas estranhas vêm ocorrendo em nome da “expansão da Educação Federal”. No Maranhão, após DENÚNCIA, o Defensor Público Federal-Chefe da Defensoria Pública da União, Sr. Marcos José Brito Ribeiro, determinou a instauração de Procedimento de Assistência Jurídica – PAJ, para análise e adoção das providências pertinentes a respeito da atuação de professores habilitados em uma área específica ministrando disciplinas de áreas completamente diferente nos campi do Instituto Federal do Maranhão. Teria até professor de EDUCAÇÃO FÍSICA ministrando aula de DIREITO! ABSURDO! O IFMA possui 18 campi em todo o Estado, sendo que apenas 3 desses contam com professores de DIREITO. Nos outros campi, para garantir a oferta de disciplinas de DIREITO os diretores apelam para os professores pertencentes aos próprios quadros e que estudam ou tenham formação em Direito, mas que foram aprovados em concurso para outras áreas. Além de prejudicarem os estudantes que pensam estar recebendo a propagada “educação de qualidade”, também estão sendo prejudicados os candidatos aprovados. Atualmente, 12 candidatos aprovados para Professor de Direito no IFMA aguardam nomeação.

 

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos