Arnaldo propõe Frente em Defesa dos Municípios Atingidos pela Seca

Publicado em   26/set/2013
por  Caio Hostilio

Agência Assembleia

Arnaldo-Melo-256x300O presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo (PMDB), informou, na sessão desta quinta-feira (26), a criação da Frente Parlamentar em Defesa dos Municípios Maranhenses Atingidos pela Seca, de autoria do próprio parlamentar. Melo disse que a criação da Frente é necessária, por conta de mais de 70 municípios do Estado já terem sido atingidos pela seca.

De acordo com Arnaldo Melo, a Frente está sendo criada através de um Projeto de Resolução Legislativa que define que ela terá o papel de articular as políticas do Estado do Maranhão e também as políticas a nível federal, com a finalidade de apoiar todos os municípios maranhenses atingidos pela seca.

O presidente da Assembleia afirmou que o problema afeta municípios do Nordeste e Norte do Brasil há alguns anos, a exemplo da Paraíba, Alagoas, Pernambuco, e, principalmente, Ceará, mas, no ano passado, atingiu o Maranhão e a situação se agravou ainda mais neste ano no Estado.

Arnaldo Melo contou que nesta quinta-feira o programa Bom Dia Brasil, da TV Globo, informou que 70 municípios maranhenses já decretaram estado de emergência, mas o número já é maior.  

“Só que essa matéria já está um pouco defasada, porque já temos mais de 70 municípios com a decretação da seca. De modo que quero contar com o apoio dos colegas parlamentares. O Conselho de Interlocução Social está se organizando para convidar e convocar, se o for o caso, autoridades para discutir esses assuntos. E de forma regimental vamos compor essa Frente com o apoio, com certeza, de todos os colegas deputados que integram esta Casa”, informou.

APOIO

O deputado Magno Bacelar (PV) elogiou a proposta de criação da Frente e prestou solidariedade ao presidente. A Frente em apoio aos municípios que estão em dificuldades por conta da seca, de acordo com o parlamentar, é necessária, e afirmou que a seca “está realmente castigando, porque já são dois anos consecutivos e agora realmente está secando tudo; e o Maranhão vai ter uma grande perda, principalmente no setor rural”.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos