Arquivo de dezembro de 2013

Dívida externa bate recorde: US$ 482 bilhões; débitos aumentam 37%

Postado por Caio Hostilio em 27/dez/2013 - Sem Comentários

Analistas alertam para o fato de mais de um terço do endividamento vencer entre 2014 e 2015, período de mudança na política monetária dos Estados Unidos, que deve elevar o dólar e a aversão ao risco Brasil

Diego Amorim

imagesO Brasil chega ao fim de 2013 colecionando indicadores preocupantes. Não bastassem o crescimento pífio e a inflação bem acima da meta estipulada pelo governo, de 4,5%, a dívida externa bruta atingiu, em novembro, o maior valor desde o início da série histórica do Banco Central, em 1971. São US$ 482 bilhões em débitos no exterior, incluindo as faturas do governo, dos bancos, de empresas e os empréstimos intercompanhias, ou seja, aquelas transações feitas geralmente entre as filiais de multinacionais no Brasil e suas sedes fora do país.

Somente na era Dilma Rousseff, iniciada em janeiro de 2011, a dívida externa brasileira registrou um salto de 37%. Em valores absolutos, cresceu US$ 130,2 bilhões, complicando um quadro que era considerado confortável até então. Mesmo os saldos do setor público, que vinham chamando a atenção por apresentar quedas expressivas ao longo do ano, terminarão 2013 em alta, retornando ao patamar de cinco anos atrás, com US$ 64,6 bilhões acumulados.

O recorde, por si só, já seria suficiente para acender de vez o alerta em relação à dívida do país no exterior. Mas o cronograma do vencimento desses débitos, detalhado pela autoridade monetária, torna a situação mais delicada. Um terço do saldo total — US$ 157,2 bilhões — vencerá nos próximos dois anos, período de mudanças na política monetária do Federal Reserve (Fed), nos Estados Unidos, e de desconfiança acerca do próximo governo por aqui.

NOTA DE ESCLARECIMENTO – GOVERNO DO MARANHÃO

Postado por Caio Hostilio em 27/dez/2013 - 1 Comentário

O Governo do Maranhão esclarece que o Programa Viva Maranhão tem recursos no valor de R$ 131 milhões para investimento na construção e reaparelhamento do Sistema Penitenciário nas 32 unidades prisionais do estado. Com esse valor, as unidades receberão armamentos, portais detectores de metal,  esteiras de Raio-X, estações de rádio, coletes, algemas e veículos.

O sistema prisional terá o reforço de 7 (sete) novos presídios nos municípios de Pinheiro, Brejo, Santa Inês, Timon, São Luís, Riachão e Coroatá.

Outros dois presídios, com recursos do DEPEN-MJ, nos municípios de Imperatriz e São Luís Gonzaga, estão com aproximadamente 80% dos serviços concluídos.

Em Balsas, Pedreiras, Açailândia, Coroatá e Codó, as unidades prisionais tiveram recursos do Tesouro Estadual destinados para a reforma e ampliação. Nessas unidades, os processos estão em fase de expedição de documentação fundiária e de licença ambiental para a realização de processo licitatório. O Centro de Detenção de Pedrinhas (Cadet) tem 80% da obra já concluída.

‘Dispensa de Licitação’

Sobre ‘Dispensa de Licitação’, o Governo esclarece que a construção dos presídios é parte de um projeto de reaparelhamento do sistema carcerário do Maranhão, feito dentro da legalidade, com o planejamento e o cuidado que a questão requer.

A decretação do caráter emergencial, pelo prazo de 180 dias, tem o objetivo de dar agilidade a essa ação de reaparelhamento e modernização do sistema prisional maranhense.

O convênio celebrado com o governo federal, para a construção dos presídios nas cidades de Pinheiro e Santa Inês, no valor de R$ 4.649.111,37 (quatro milhões seiscentos e quarenta e nove mil cento e onze reais e trinta e sete centavos) é de 2004 (governo José Reinaldo), e repactuado em 2007 (governo Jackson Lago).  Como o Ministério da Justiça não aceitou o valor orçado e o sistema de construção para os referidos presídios, o governo devolveu o valor de R$ 6.344.821,63 (seis milhões trezentos e quarenta e quatro mil oitocentos e vinte e um reais e sessenta e três centavos) em julho de 2012.

Medidas

A governadora Roseana Sarney determinou a criação de uma Comissão de Investigação que está apurando todas as denúncias feitas pelo Conselho Nacional de Justiça. Inquéritos policiais foram instaurados e estão sob sigilo, para apurar os fatos ocorridos em Pedrinhas nos últimos meses.

O Governo reitera que sempre agiu em conjunto com todos os setores que promovem a garantia da Justiça, segurança e dos direitos humanos, e que  o agravamento da situação no Sistema Penitenciário ocorreu depois que foram tomadas medidas saneadoras, como a reestruturação das unidades prisionais, a mudança de comando nas Polícias Civil e Militar e na Secretaria de Administração Penitenciária do Estado (Sejap).

Por fim, o Governo reafirma o propósito de adotar todas as medidas necessárias para devolver à normalidade o sistema prisional do estado, assegurando os direitos e a integridade de seus usuários.

Prova disso são os investimentos anteriormente realizados, a despeito de tantas outras prioridades que exigem a atenção governamental.

Você, ludovicense, acredita que a gestão Holanda Junior deixará de ser refém da candidatura de Flávio Dino?

Postado por Caio Hostilio em 26/dez/2013 - 2 Comentários

CHARGE1Desde que Flávio Dino não quis ser o candidato a Prefeito de São Luís e passou a encontrar meios de fazer o prefeito da capital, verificou-se que o prefeito seria uma forma de fantoche e, assim, obedecer às ordens do “comunista” Flávio Dino.

As peripécias e as presepadas seriam inevitáveis e, por isso, o escolhido do consórcio foi Holanda Junior. Ora bolas!!! É claro que a Eliziane Gama e o Tadeu Palácio não aceitariam esse jogo politiqueiro, cujo objetivo seria de usar a Prefeitura de São Luís como trampolim para Flávio Dino disputar o governo estadual… Sem dinheiro não tem como entrar numa disputa como essa!!!

Os encontros com os “candidatos” do consórcio: Eliziane Gama, Tadeu Palácio e Roberto Rocha – sem a presença de Holanda Junior -, serviu para analisar se algum deles poderia se encaixar nas intenções de Flávio Dino, que já tinha uma carta na manga, o Holanda Junior.

A preocupação de Flávio Dino – antes de usar Holanda Junior -, era a presença de Holanda pai, pois o mesmo seria um calo, porém essa preocupação se desfaz quando o Holanda pai se deixou cair no canto da sereia e até concordou em não aparecer na campanha do filho.

Claro que já estava tudo acertado com o Roberto Rocha sua candidatura à vice de Holanda Junior e sua candidatura ao Senado em 2014… Eliziane Gama e Tadeu Palácio caíram feito patinhos na conversa fiada de Flávio Dino.

O certo é que Flávio Dino não poderia ficar sem as pastas que comandam os maiores orçamentos: Educação e Saúde.

O Novo e a Mudança nessas pastas estão muito longe de acontecer… Talvez no próximo milênio!!!

Mas o prefeito Holanda Junior, como um fantoche, ver as presepadas nas secretarias e faz vistas grossas, haja vista que sua responsabilidade é a de trocar os secretários como se eles fossem os responsáveis pelas falcatruas praticadas com os recursos dessas pastas.

O certo é que Prefeitura ainda ficará refém da candidatura de Flávio Dino por mais alguns meses!!!

Lençóis recebem verba para turbinar turismo

Postado por Caio Hostilio em 26/dez/2013 - Sem Comentários

Barreirinhas 2Uma das principais atrações turísticas do país, a região dos Lençóis Maranhenses, receberão novos recursos do governo federal para preparar tanto o parque nacional quanto os municípios do seu entorno para a Copa de 2014.

Por meio de um decreto presidencial, publicado em novembro, o Ministério do Turismo destinará R$ 11,079 milhões a obras de infraestrutura turística nos municípios de Barreirinhas, Santo Amaro, Humberto de Campos e Primeira Cruz, que abrigam o parque. Os recursos fazem parte de um crédito extraordinário de R$ 20 milhões, aberto para o MTur financiar obras em sete municípios do Maranhão e do Rio Grande do Norte.

O Ministério do Turismo também firmou um acordo de cooperação com o Ministério do Meio Ambiente pelo qual R$ 1 milhão será destinado, no primeiro semestre de 2014, para a implantação de projetos de infraestrutura turística dentro do parque. Os Lençóis Maranhenses são uma das 12 unidades de conservação federais que receberão verba de um “kit básico” de infraestrutura para melhorar as condições de uso público durante a Copa do Mundo, quando a visitação deverá crescer.

A esse recurso somam-se outros R$ 2,4 milhões, que haviam sido disponibilizados ao governo do Estado do Maranhão em 2011 para a execução de obras no parque, em convênio com o Instituto Chico Mendes. Os envelopes com as propostas da concorrência deverão ser abertos nos próximos dias. Também se espera para qualquer momento a homologação da pista do aeroporto de Barreirinhas pela Agência Nacional de Aviação Civil.

“Os Lençóis são um atrativo turístico sem paralelo no mundo, mas ainda têm uma visitação muito aquém do seu potencial. Esses investimentos visam tanto preservar o ativo natural que temos, fortalecendo a estrutura do parque, quanto permitir que a população do entorno se beneficie dessa riqueza, dando aos municípios condições de atender o turista”, disse o ministro Gastão Vieira. “Hoje esses municípios não tem praticamente nenhuma infraestrutura.”

A região dos Lençóis Maranhenses integra a Rota das Emoções, trecho litorâneo protegido em sua maior parte por parques nacionais e que inclui áreas como Jericoacoara e o Delta do Parnaíba. É um dos principais circuitos turísticos do Nordeste e um dos polos de desenvolvimento da atividade priorizados no Plano Estadual de Turismo do Maranhão 2020.

A região, porém, abriga municípios de baixo Índice de Desenvolvimento Humano, que apostam no turismo de sol e praia, no ecoturismo e no turismo de aventura para gerar emprego e renda.

O plano de adequação da infraestrutura da região turística dos Lençóis Maranhenses inclui obras de saneamento básico nos municípios, construção de píeres e terminais de passageiros, implantação de um sistema de transporte turístico fluvial entre Humberto de Campos e Santo Amaro, construção de terminais rodoviários no povoado Sangue e em Barreirinhas e paisagismo das comunidades de Mandacaru, São Domingos e Sangue.

O governo do Estado estuda também abrir uma linha de crédito para financiar pequenos empresários dos municípios do entorno do parque. O governo tomou a decisão inédita de ser avalista solidário dos empréstimos.

O PARQUE

Criado em 1981, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses abriga um ecossistema único dentro do bioma marinho costeiro. Mais de metade de seus 155 mil quilômetros quadrados compõem-se de dunas de até 40 metros de altura, que avançam até 25 quilômetros para o interior, e lagoas formadas por rios (Betânia e Espigão) ou pela água da chuva (Azul, Bonita e da Gaivota).

O parque preserva pelo menos três espécies ameaçadas: o gato-do-mato, o trinta-réis-real e uma espécie de esponja que só existe nas lagoas da região e em nenhum outro lugar do mundo.

Reveillon de festa e alegria em São José de Ribamar

Postado por Caio Hostilio em 26/dez/2013 - Sem Comentários

LAVA-3A Prefeitura de São José de Ribamar divulgou a programação do Reveillon 2013, festa que acontece a partir das 20h da próxima terça-feira (31) na orla marítima da Sede do município (no retorno onde está localizado o posto salva vidas do Corpo de Bombeiros).

A programação prevê as apresentações de artistas ribamarenses que, ao longo da noite, executarão um repertório variado, composto dos ritmos axé, brega, samba, sertanejo e eletrônico, e que colocará para dançar o público presente.

À meia-noite, em comemoração à virada do ano, acontece a tradicional queima de fogos, que terá duração de dez minutos.

A segurança do público também estará garantida. Além do efetivo da Polícia Militar, seguranças privados foram contratados pela Prefeitura e estarão durante toda a noite na festa.

O setor de saúde, durante as comemorações, será ganhará. O Centro de Saúde Honório Gomes, localizado na área do santuário religioso, funcionará, já na terça-feira, em regime de plantão 24h com equipes médicas reforçadas e mais ambulâncias. O Hospital Municipal também terá suas equipes médicas reforçadas. Já no dia 01, a partir das 6h, a Unidade Básica de Saúde de Panaquatira estará funcionando em regime de plantão, com equipes médicas reforçadas.

Programação do Reveillon 2013 de São José de Ribamar

20h00 a 21h00 – REINALDINHO E BANDA

21h00 a 21h30 – DJ´s NENÉM E NETINHO BLEMES

21h30 a 22h30 – GUILHERME TORRES E BANDA

22h30 a 23h00 – DJ´s NENÉM E NETINHO

23h00 a 01h00 – GARGAMEL E BANDA

01h00 A 01h30 – DJ´s NENÉM E NETINHO

01h30 A 03h00 – BANDA NA GANDAIA

Um ano de Ribamar Alves e só foi visto confusão!!!

Postado por Caio Hostilio em 26/dez/2013 - Sem Comentários

RIBAMAR ALVESAntes de tudo, deve-se observar o seguinte ditado popular: “Quem bem tem e mal escolhe por mal que lhe venha não se enoje!!!”.

O povo de Santa Inês apostou nas ladainhas políticas e acho que veria algo de novo e de mudança, ou seja, uma gestão que transformaria a vida da coletividade num verdadeiro céu de brigadeiros!!! Tudo não passou de uma utopia…

Não existem varas do condão e sequer mágicas mirabolantes. Uma gestão pública deve ser voltada para coletividade, coisa que não vemos num país que simplesmente desviam as verbas em beneficio de alguns.

Caso quisessem realmente fazer algo de novo e de mudança, bastaria que nossos gestores aplicassem corretamente os recursos dentro dos ditames legais.

Mas o tiro saiu pela culatra em São Luís, Santa Inês, Caxias, Tuntum, Matões, Balsas e em tantos outros municípios maranhenses, que caíram feito patinhos no falso canto da Sereia.

Foi-se um ano de gestão sem que fizessem alguma coisa, mesmo recebendo milhões e milhões…

Em Santa Inês, de novidade mesmo, só teve a confusão da exoneração do irmão do prefeito Ribamar Alves, cuja função era o controle financeiro do município e que as verdadeiras causas de sua exoneração vieram à tona…

Depois vieram algumas denúncias corrupção e, por fim, o assedio sexual de Ribamar Alvas a juíza Larissa Tupinambá…

Mas o que foi feito de bom para coletividade nesse um ano gestão? Eis a questão!!!

Houve mudanças positivas nas áreas de saúde e de educação? Houve estimulo para atrair investimentos e, assim, gerar emprego e renda aos munícipes? Houve melhorias na qualidade de vida dos mais carentes, isso através de investimentos em saneamento básico, pavimentação de ruas e condições de locomoção?

Vale mensurar!!!

É uma tentação!!! Gastos com cartão de crédito é recorde e dívida chega a R$ 135 bilhões

Postado por Caio Hostilio em 26/dez/2013 - Sem Comentários

Gastos dos brasileiros com essa modalidade batem recorde em 2013, de acordo com o BC, ainda sem levar em conta as despesas de Natal. Especialistas alertam para o perigo dos juros altos quando se opta pelo pagamento mínimo do valor da fatura

Diego Amorim

20131226092959574777iMesmo com as insistentes dicas de educação financeira, os brasileiros seguem desobedecendo a orientações básicas na hora de gastar e se enrolando com o cartão de crédito. Em 2013, o saldo devedor das transações feitas com o dinheiro de plástico no país cresceu mês a mês, atingindo em novembro, segundo o Banco Central, o recorde histórico de R$ 135,2 bilhões. O montante, que representa alta acumulada de 13,2% no último ano, tende a ficar ainda maior quando contabilizadas as compras de Natal.

A displicência com o cartão tem levado milhões de brasileiros a não conseguirem fechar as contas. Com os juros mais caros do mercado, essa modalidade de pagamento bagunça, com facilidade, o planejamento financeiro de muita gente. O saldo do item rotativo, quando a pessoa paga somente o mínimo estipulado na fatura, atingiu no mês passado R$ 26,4 bilhões, também o maior volume devedor da história, de acordo com os dados da autoridade monetária.

O grande problema, alertam especialistas, é que, de tão estimulado, o crédito acabou virando uma “muleta” para quem não tem condições de comprar o que deseja. Para satisfazer o ímpeto consumista, muitos não se acanham em encarar os longos parcelamentos com juros e, o pior, sem garantia de recursos disponíveis no dia em que a fatura chega. A aposta cega no poder do cartão explica, em parte, os números estratosféricos divulgados pelo BC neste fim de ano.

20131225215002732035e

Mídia descobre que Aécio pode não ser candidato

Postado por Caio Hostilio em 25/dez/2013 - Sem Comentários

JB

aécioNo dia 11 de agosto, o Jornal do Brasil publicava em sua edição que o tucano Aécio Neves poderia não ser o candidato do PSDB à presidência da República. Quase cinco meses depois, a mídia começa a descobrir a possibilidade do senador mineiro, como ele próprio já está admitindo, não concorrer mais ao cargo por seu partido. No editorial publicado no JB, Aécio seria o vice de Fernando Henrique Cardoso.

Aécio Neves declarou a um colunista de um grande jornal do Rio que se vier a constatar a fraqueza de sua candidatura, não terá nenhum constrangimento em se aliar a quem estiver melhor. A declaração do senador, no entanto, causa a impressão de não ter condições de se sustentar por muito tempo. Aécio, se realmente declarou o que foi publicado, se esquece que como membro de um partido (rachado) terá que consultar seus pares para dar apoio a quem quer que seja. Sua, vontade, por enquanto, ainda não dita os rumos do PSDB.

“Há ainda terrenos indefinidos, com nomes de peso e de muitos votos em busca das alianças onde haja o melhor diálogo”, destacava o editorial do Jornal do Brasil para indicar que a possível chapa Fernando Henrique-Aécio Neves poderia contar com apoio, em vários estados, onde a preferência do eleitorado poderá ser favorável aos tucanos, com essa formação, é claro.

Seria o presente de Natal ou de Grego? Pelo Twitter, Dilma confirma mínimo de R$ 724

Postado por Caio Hostilio em 24/dez/2013 - Sem Comentários

Em uma publicação no Twitter, no final da tarde desta terça-feira, a presidenta informou que assinou o decreto que viabiliza o ajuste

Congresso em Foco

dilma_antoniocruz_abrA presidenta Dilma Rousseff confirmou hoje (23) o aumento do salário mínimo para R$ 724 em 2014, 6,78% a mais do que os R$ 678 atuais. Em uma publicação na rede social Twitter no final da tarde desta terça-feira, a presidenta informou que assinou o decreto que viabiliza o ajuste.

Esse valor estava previsto no orçamento da União, aprovado pelo Copngressona semana passada. Ao comemorar a aprovação, Dilma disse que Executivo e Legislativo têm estabelecido uma relação “muito construtiva” e que o Congresso tem sido um “grande parceiro” do governo.

As emendas que seriam bem piores que o soneto!!!

Postado por Caio Hostilio em 24/dez/2013 - 1 Comentário

2013572323-1533611674noticiaSinceramente é de causar pena o debate na Assembléia Legislativa do Maranhão. A maioria esmagadora dos debates não possui qualquer embasamento científico ou que esteja pautado nos ditames que requer uma administração pública.

Ontem (23), na votação do Orçamento para 2014 do governo do Estado, os deputados de oposição quiseram fazer crer que suas emendas (retalhos bestiais) fossem aprovadas, pois julgam que suas baboseiras seriam de grande valia para dinamizar o Orçamento do Estado.

Ora bolas!!! Sequer sabem a alocação de cada recurso dentro dos ditames contábeis, cuja obrigatoriedade na prestação de contas se faz necessária.

O deputado Rubens Pereira Jr lamentou a rejeição das emendas que apresentou ao projeto. Seria providencial que o deputado reavaliasse suas emendas em conjunto com um técnico e, assim, ver quantas baboseiras de alocação ele propôs.

Ao criticar a redução do orçamento para a Caema, o deputado Rubens Junior parece que vive no mundo lua, haja vista que a Companhia tem recursos suficientes para conduzir os serviços necessários, isso através dos convênios já firmados com o governo federal, as aplicabilidades da Codevasf e o empréstimo do BNDES.

Aí, sem argumentos, o deputado parte para a politicalha dizendo: “A Caema, como uma empresa pública que pode cobrar tarifa, vai descontar isso é do consumidor”. É muita cara pau!!! Então, ele quer que o Maranhão seja o único estado que não cobre pelo fornecimento de água e luz!!!

Quanto a emenda fora de propósito para o Turismo – confundido alhos com bugalhos – a responsabilidade em divulgar o Brasil para a Copa do Mundo é da EMBRATUR, que por sinal não fez nada, nadica de nada, mesmo tendo um orçamento gigantesco.

Portanto, que em 2014, os debates na Assembléia Legislativa do Maranhão sejam mais voltados de fato aos anseios da coletividade e não voltados a disputas pelo poder!!!

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos