Armação para comprometer Bolsonaro!!! O assassino de Marielle esteve 12 vezes no condomínio e somente no dia do crime planilha aponta casa do presidente, que estava em Brasília…

Publicado em   16/nov/2019
por  Caio Hostilio

O porteiro que cita a casa de Bolsonaro no dia do crime mora em uma comunidade na Zona Oeste do Rio que é dominada pelos Brasões, porém vai de encontro aos gravações da portaria, cujo o nome do presidente aparece autorizando a entrada, mas como se ele estava em Brasília, como mostra diversas aparição dele em vídeo e no painel de presença? Mas a politicalha quer envolver Bolsonaro de qualquer forma!!! 

O ex-PM Élcio Queiroz, apontado como comparsa de Ronnie Lessa no assassinato de Marielle Franco e de Anderson Gomes, entrou no condomínio Vivendas da Barra ao menos 12 vezes entre janeiro e outubro do ano passado.

Segundo planilhas obtidas pela Folha, em 11 dessas visitas Élcio teve como destino a casa de Ronnie.

A citação ao presidente foi considerada equivocada na investigação porque Bolsonaro estava em Brasília naquele dia.  Além disso, segundo o MP, quem autorizou a entrada de Élcio em 14 de março foi Ronnie Lessa.

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Busca no Blog