Enquanto corruptos da CPI trocam figurinhas com o STF, Fiocruz entrega mais 5 milhões de doses da AstraZeneca ao Governo Federal

Publicado em   19/jun/2021
por  Caio Hostilio

Nesta sexta-feira (18), a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) entregou novas doses da vacina AstraZencea ao Ministério da Saúde. Nessa remessa, foram disponibilizadas 5 milhões de vacinas contra a covid-19, produzidas no Bio-Manguinhos/Fiocruz (Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos).

Com essa remessa, a fundação chega a um total de 58,8 milhões de doses distribuídas, sendo 54,8 milhões produzidas pela Fiocruz e 4 milhões importadas prontas do Instituto Serum, da Índia. O número ultrapassa o da vacina CoronaVac. O Ministério da Saúde já distribuiu mais de 49 milhões de doses da vacina produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

A Fiocruz informou hoje que está prevista para a quarta-feira. dia 23, a chegada de mais uma carga de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. O IFA garante a produção de aproximadamente 5,8 milhões de doses de vacina contra covid-19 e assegura a entrega contínua de doses do Programa Nacional de Imunizações (PNI) até 16 de julho.

Segundo a Fiocruz, o cenário com vacinação de 1,19 milhão de doses todos os dias (inclusive aos fins de semana) é “extremamente factível” se o fornecimento de vacinas for mantido.

“Para a vacinação de toda a população adulta até o final do mês de setembro o desafio é maior, pois até o momento o dia com maior volume de doses aplicadas foi o dia 23/04/2021 com cerca de 1,8 milhões de doses aplicadas, sendo necessária expansão de doses diárias em cerca de 20% em relação ao dia com maior volume de doses aplicadas até agora, e sabendo-se que esse dia de maior aplicação de doses pode ter sofrido influência da carga de informação represada”, diz a Fiocruz.

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Busca no Blog

Arquivos