Voo tem queda livre de 6 quilômetros até piloto conseguir retomar controle e passageiros entraram empânico

Publicado em   16/ago/2023
por  Caio Hostilio

Um avião da American Airlines perdeu 5,6 mil metros de altitude em menos de seis minutos quando apresentou um problema durante um voo na última quinta-feira, nos Estados Unidos. A queda brusca causou pavor nos passageiros da aeronave. Um deles, o professor universitário Harrison Hove, classificou aquele momento como “realmente assustador”.

O voo 5916 da American Airlines estava a mais de 9 mil metros de altitude quando apresentou problema. Hove percebeu que havia algo de anormal quando sentiu um estalo nos ouvidos. Em seguida, as máscaras de oxigênio caíram na frente dele e dezenas de outros passageiros que estavam a bordo da aeronave que havia partido de Charlotte, na Carolina do Norte, com destino Gainesville, na Flórida. Para piorar, um forte cheiro de queimado tomou conta da cabine.

A aeronave então caiu 4,5 mil metros em cerca de três minutos. E outros 1,1 mil metros nos três minutos seguintes.

— Começamos a descer muito rápido e, quando estávamos respirando, você começou a sentir um cheiro de queimado, então foi quando fiquei muito nervoso — disse Hove em entrevista à WBTV. — Os momentos iniciais foram realmente assustadores, muito estranhos porque sua mente vagueia e você tem um vazio de informações — acrescentou.

Hove disse que as máscaras caíram em uma fração de segundo após o primeiro estalo. E depois disso iniciou-se uma movimentação frenética dos comissários de bordo pedindo para que todos os passageiros vestissem o equipamento de segurança.

— Não era como se você estivesse em uma montanha-russa, mas dava para sentir que estávamos descendo — contou Hove ao Washington Post.

Apesar do susto, a tripulação colocou o avião no solo com segurança. A American Airlines disse que o avião não precisou declarar emergência ao pousar e taxiou até o portão por conta própria. Ninguém ficou ferido durante o incidente.

Em um comunicado à imprensa, a empresa aérea pediu desculpas aos passageiros e informou que a tripulação recebeu uma indicação de “um possível problema de pressurização” durante o voo e “imediatamente e com segurança desceu para uma altitude mais baixa”. A Administração Federal de Aviação abriu uma investigação para apurar as causas do incidente.

O Globo

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Busca no Blog

Arquivos