Notícias

Publicado em   03/maio/2013
por  Caio Hostilio

SES: Treinamento Prismaflex

03.04.2013_Treinamento_Prismaflex_Foto_Nestor_Bezerra_(20)[1] Um moderno equipamento que substitui a função renal em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) foi adquirido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) para o Hospital de Referência Estadual de Alta Complexidade Carlos Macieira. A máquina é específica para hemodiálise contínua em pacientes muito graves e, com apenas um kit, é capaz de realizar reposição renal por até 72 horas. Pacientes que não suportariam uma diálise tradicional, que dura em torno de cinco horas, serão os grandes beneficiados.  O HCM é o primeiro hospital público do Maranhão a contar com este equipamento para hemofiltração, que entrou em funcionamento nesta quarta-feira (01). O grande diferencial é que os nefrologistas definem os parâmetros da diálise e a equipe da UTI ficará responsável pelo manejo da máquina. “É um equipamento altamente moderno e que vai ajudar a restabelecer os pacientes renais de UTI”, afirma o secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad.Médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem do HCM já foram treinados para manusear a máquina de terapia de reposição renal contínua. “Com esse equipamento, a diálise não afeta a estabilidade da pressão arterial do paciente grave, que tem melhor resultado na função renal”, ressalta o nefrologista Carlos Macieira. A coordenadora de enfermagem do HCM, Frankcelina Lima, diz que as equipes estão extremamente motivadas com a aquisição deste equipamento. “Estamos sempre promovendo a qualificação dos funcionários e este moderno equipamento vai gerar grandes benefícios aos pacientes gravemente enfermos”, informou. Foto: Nestor Bezerra

Prefeitura realiza mutirão para otimizar atendimento e eliminar desperdícios

A Prefeitura de São José de Ribamar inicia neste sábado (04) um trabalho pioneiro na rede municipal de saúde que objetiva eliminar desperdícios, motivar os profissionais, além de melhorar a oferta do serviço prestado aos usuários do setor. Trata-se das ações da ferramenta de qualidade 5S, implantada no município pela Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) e que está funcionando como uma complementação do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ). A partir das 8h, funcionários da SEMUS realizarão na Unidade Básica de Saúde do Jardim Tropical, localizada na Avenida Paraíso, principal via do bairro Jardim Tropical, um grande mutirão, cujas ações consistem na organização do ambiente de trabalho, eliminação de desperdícios, verificação das condições infraestruturais do prédio para execução de posteriores melhorias, dentre outras. De acordo com o secretário municipal de Saúde de São José de Ribamar, Rodrigo Valente, a ideia de implantá-la na rede municipal de saúde da cidade visa justamente otimizar os serviços prestados à população pela SEMUS. “O 5S, assim como o PMAQ, são iniciativas incluídas em um vasto rol de ações, desenvolvidas pela administração do prefeito Gil Cutrim, que visam, tão somente, oferecer um serviço de qualidade ao povo de Ribamar”, disse.

  Publicado em: Governo

10 comentários para Notícias

  1. Carlos Alberto Garcia - UFMA disse:

    Se for depender deste blogue sobre a greve dos professores estamos fritos. Nunca vir um blogue que posta tanta notícia boa do Governo Roseana. imagina se fosse greve dos professores do Município, este fajunto blogue estava 24 hrs…Já me disseram que vocÊ é cria de Ricardo Murad está entendido e vc ainda se diz professor….francamente.

  2. Vicente Moura disse:

    Desculpa mais não notícia do post, mais em vez de Roberto Costa se preocupar com a greve dos professores ou como anda a segurança do nosso Estado, fica dando título a Lula e Dilma que disse que estamos na merda e adivinha quem administra o Estado de Merda ????

  3. Glenda yara disse:

    A farra de aditivos continua rolando solta no governo Roseana Sarney.
    No dia 19 de abril deste ano o secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, fez aditivo de R$ 10,3 milhões no contrato de gestão com o Instituto Cidadania e Natureza (ICN) para a unidade de saúde do Maiobão.
    A vigência, segundo o contrato, é de 12 meses.
    Com o mesmo ICN, Ricardo Murad celebrou aditivo de R$ 1,1 milhão no contrato de gestão mensal para a macrorregional de Coroatá, cidade administrada pela esposa, Tereza Murad (PMDB). Enquanto isso, o que vai bem é apenas a saúde financeira.

    • Caio Hostilio disse:

      E o que tem a ver um aditivo do governo do Estado para um contrato do seu hospital em Coroatá com o governo municipal de Coroatá? Isso é coisa de analfabeto, pois sequer sabe que existem três esferas governamentais…

  4. Salustiana Marques disse:

    POSTA AÍ SOBRE ISSO, É MUITA SEM VERGONHICE DESSE GOVERNO…
    Está no gabinete de Roseana Sarney um acordo judicial feito entre Procuradoria-Geral do Maranhão e a Mendes Júnior.

    Se assinado por Roseana, o acordo viabilizará o pagamento de um precatório de 700 milhões de reais para a construtora.

    Deputados da oposição no Maranhão tentarão aprovar na Assembleia a convocação de um representante da Secretaria de Planejamento do estado e um da Procuradoria-Geral.

    A oposição alega que o pagamento para a Mendes Junior vai furar a fila dos precatórios.

    Por Lauro Jardim

    • Caio Hostilio disse:

      Já foi pago? Não!!! Mas o acordo espurio com a Camargo Correia de bilhões foram pagos no governo de José Reinaldo… Como povo esquece!!!

  5. Carlos Alberto Garcia - UFMA disse:

    A cúpula dos Leões está sabendo montar direitinho uma estratégia de blindagem na governadora Roseana Sarney em relação à greve dos professores. Inicialmente reduziram a elaboração e negociação do estatuto a um grupo restrito.

    Pelo governo a parte técnica ficou com o Gondim, a política com o Abreu. Pelo movimento grevista a direção do Simproessema e os deputados de oposição Rubens Jr. e Othelino Neto.

    Nada de deputados governistas, muito menos a oposição do sindicato dos professores com Marcelo Risada devidamente amparado no gabinete do Ricardo Murad e do José Antônio Heluy. Todos fora de contexto.

    O estatuto está acordado, o governo concorda com tudo para extinguir a greve. O documento chega à assembleia legislativa, na próxima semana, para a apreciação, discussão e aprovação pela maioria governista.

    Muito fácil. Perfeitamente perfeito se o golpe nos educadores não estivesse em alongar os debates, criar firulas em cima do estatuto e impossibilitar por falta de fonte financeira exatamente no legislativo estadual.

    Todos os parlamentares atrelados ao grupo Sarney sabem o preço a pagar pelo silêncio mordaz em troca do financiamento eleitoral de 2014.

    Enquanto isso os professores ficam aprendendo mais malandragem desta turma.

    • Caio Hostilio disse:

      Mas como? Se o sindicado do PCdoB está passando a mão no dinheiro do professor, ou seja, cobrando em duplicidade a entrada na justiça!!! Não vou sequer comentar o apoio do sindicado do PCdoB a LEI CÃO…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos